Palestra da Escola Judiciária Eleitoral beneficia alunos de escola particular na Ponta Grossa

Palestra da Escola Judiciária Eleitoral beneficia alunos de escola particular na Ponta Grossa

Palestra EJE Ponta Grossa Abril

Noções de democracia, cidadania e questões sobre o voto feminino, as notícias falsas e a urna eletrônica foram debatidas com cerca de cem alunos do Colégio Maria José Omena, na Ponta Grossa, na manhã desta terça-feira (23). O evento foi organizado pela Escola Judiciária Eleitoral (EJE) e a palestra inicial foi proferida pelo desembargador eleitoral Luiz Vasconcelos Netto, diretor da Escola.

Além da explicação inicial sobre a Justiça Eleitoral, o jurista falou para os jovens do ensino médio sobre a convivência em sociedade e sobre a importância de se escutar as experiências dos eleitores mais velhos, que já vivenciaram várias eleições em momentos políticos diversos.

“Para que o jovem possa participar efetivamente do processo democrático, ele precisa entender, no primeiro momento, que política é algo que fazemos todos os dias, nos mais diversos locais e com várias pessoas. Na hora de escolher seu voto, é interessante escutar os mais velhos, com mais vivência, e tentar tomar sua decisão analisando a conduta do candidato e sua trajetória de vida”, destacou o desembargador eleitoral.

Os servidores do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) que atuam na EJE, Joel Oliveira e Lucas Gomes, debateram vários temas com os estudantes, além de responderem aos questionamentos. A assessora de Comunicação do TRE, Flávia Gomes de Barros, falou sobre as notícias falsas e no impacto que elas tiveram na última eleição.

“Uma palavra que define esse momento de hoje é mudança. Mudei muito minha maneira de encarar alguns assuntos e vou tentar saber mais sobre a Justiça Eleitoral, urnas eletrônicas e sobre democracia, especialmente porque pretendo votar nas eleições de 2020”, afirmou um dos estudantes presentes na palestra.

Últimas notícias postadas

Recentes