NOTÍCIA

Reunião discute logística para as Eleições 2020 Comissão Permanente de Planejamento de Eleições se reuniu para discutir questoes relacionadas a organizacao das eleicoes do proximo ano. Entre os temas: convênios, gestão de contratos e logística para a apuração do resultado do próximo pleito.

Em alta nas nossas redes

Instagram

Via @trespjus.

Quem não fizer a biometria, nos locais onde ela é obrigatória, terá o título cancelado. Sem o título de eleitor, além de ficar impedido de votar nas próximas eleições, o cidadão sofre diversas restrições na vida civil, entre elas: tirar carteira de identidade e passaporte; obter empréstimos em bancos públicos; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial; e inscrever-se em concursos públicos.
Não vale a pena deixar para depois. A melhor hora para fazer a #biometria é agora! Agende já seu atendimento: http://bit.ly/2ETzK88
#VemPraBiometria!

#tresp #eleitoral #justiçaeleitoral

Via @trespjus. Quem não fizer a biometria, nos locais onde ela é obrigatória, terá o título cancelado. Sem o título de eleitor, além de ficar impedido de votar nas próximas eleições, o cidadão sofre diversas restrições na vida civil, entre elas: tirar carteira de identidade e passaporte; obter empréstimos em bancos públicos; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial; e inscrever-se em concursos públicos. Não vale a pena deixar para depois. A melhor hora para fazer a #biometria é agora! Agende já seu atendimento: http://bit.ly/2ETzK88 #VemPraBiometria! #tresp #eleitoral #justiçaeleitoral

Facebook

Mais uma vez objetivando estreitar o diálogo com os servidores, o diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), Filipe Lôbo Gomes, se reuniu, na manhã desta sexta-feira (14), com uma comissão de servidores do interior para tratar sobre o concurso de remoção. No início desta semana, o Diário da Justiça Eletrônico trouxe a publicação de uma resolução que dispõe sobre o redimensionamento da força de trabalho nas Zonas Eleitorais.
 Na oportunidade, servidores que integram a Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP) explicaram aos servidores detalhes sobre o concurso de remoção – que deve ter início no próximo mês – e sobre os estudos que serviram de norte para que o Tribunal elaborasse a resolução.
 “Nossa ideia é estar sempre em contato com os servidores, escutando-os, para que possamos realizar o concurso de remoção e atender tanto os anseios da categoria quanto os da administração do TRE. Caberá à Secretaria de Gestão de Pessoas realizar estudos, periodicamente, acerca da necessidade de revisão do quadro mínimo de servidores nos juízos eleitorais, apresentando os resultados à Presidência”, explicou o diretor-geral do TRE/AL, Filipe Lôbo.
 De acordo com a publicação do Tribunal, cada Zona Eleitoral deve ter um analista e um técnico judiciário. Nas que possuam, concomitantemente, mais de 45 mil eleitores e três municípios, deve haver o acréscimo de mais um técnico judiciário, bem como nas Zonas Eleitorais que tiverem mais de 60 mil eleitores e as que possuírem postos de atendimento.

Mais uma vez objetivando estreitar o diálogo com os servidores, o diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), Filipe Lôbo Gomes, se reuniu, na manhã desta sexta-feira (14), com uma comissão de servidores do interior para tratar sobre o concurso de remoção. No início desta semana, o Diário da Justiça Eletrônico trouxe a publicação de uma resolução que dispõe sobre o redimensionamento da força de trabalho nas Zonas Eleitorais. Na oportunidade, servidores que integram a Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP) explicaram aos servidores detalhes sobre o concurso de remoção – que deve ter início no próximo mês – e sobre os estudos que serviram de norte para que o Tribunal elaborasse a resolução. “Nossa ideia é estar sempre em contato com os servidores, escutando-os, para que possamos realizar o concurso de remoção e atender tanto os anseios da categoria quanto os da administração do TRE. Caberá à Secretaria de Gestão de Pessoas realizar estudos, periodicamente, acerca da necessidade de revisão do quadro mínimo de servidores nos juízos eleitorais, apresentando os resultados à Presidência”, explicou o diretor-geral do TRE/AL, Filipe Lôbo. De acordo com a publicação do Tribunal, cada Zona Eleitoral deve ter um analista e um técnico judiciário. Nas que possuam, concomitantemente, mais de 45 mil eleitores e três municípios, deve haver o acréscimo de mais um técnico judiciário, bem como nas Zonas Eleitorais que tiverem mais de 60 mil eleitores e as que possuírem postos de atendimento.

YouTube

TSE confirma eleição da prefeita de Itapetininga
TSE confirma eleição da prefeita de Itapetininga

O programa Decisões do Plenário desta semana vai mostrar que o Tribunal Superior Eleitoral manteve o registro de candidatura da prefeita eleita em ...

icone mapa

Avenida Aristeu de Andrade nº 377, Farol, Maceió/AL 
CEP 57051-090
Telefone: (82) 2122-7700

 

Icone horário de funcionamento dos <br /> protocolos

Horário de funcionamento (TRE-AL): 13h às 19h (seg. à qui.) / 7h30 às 13h30 (sex.)
Horário de funcionamento (Cartórios Eleitorais): 7h30 às 13h30 (seg. à sex.)

Como foi sua navegação? Como foi sua navegação?