Universidade amiga da Justiça Eleitoral

Imagem para o programa Universidade amiga da Justiça Eleitoral do TRE-AL

TRE de Alagoas firma parceria com universidades em busca de mesários

Instituições de ensino superior que aderirem ao projeto inédito receberão Selo.

Alunos ganharão até 60 horas extracurriculares

Para estimular a participação dos jovens universitários no processo eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), lançou o projeto Universidade Amiga da Justiça Eleitoral, iniciativa de sucesso em prática no Regional do Paraná. O objetivo é aumentar o número de mesários voluntários com o oferecimento de, no mínimo, 30 e 60 horas extracurriculares aos estudantes que trabalharem no primeiro ou nos dois turnos das eleições, respectivamente. Podem aderir ao projeto todas as instituições de ensino superior do Estado, que serão agraciadas com o Selo Universidade Amiga da Justiça Eleitoral.

Na última semana, o presidente em exercício do TRE de Alagoas, desembargador Otávio Leão Praxedes, e o diretor da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), juiz Orlando Rocha Filho, apresentaram o projeto aos gestores das instituições de ensino superior do Estado, em uma reunião que aconteceu na sede do Tribunal. Desde o início das campanhas de incentivo à participação dos universitários como mesários, aproximadamente três mil estudantes já se voluntariaram.

“A Justiça Eleitoral acredita que a união entre universidade e poder público constitui uma maneira democrática de efetivação de educação para a cidadania”, afirma o desembargador Pedro Augusto Mendonça de Araújo, presidente do TRE de Alagoas. Também estão previstas, em contrapartida pela adesão ao projeto, conversas presenciais sobre cidadania e democracia dos estudantes com servidores e autoridades, nas universidades, após as eleições.

Além das horas extracurriculares, a experiência procura proporcionar aos estudantes o protagonismo no conhecimento do funcionamento da Justiça Eleitoral, do processo eleitoral, do voto consciente e da confiabilidade do sistema eletrônico de votação e, ainda, revelar novos talentos para a política, em conformidade com o programa de estímulo à participação dos jovens na vida pública do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Clique em um dos links abaixo: