Em Viçosa, equipe da EJE fala sobre democracia e cidadania para dezenas de jovens

O evento foi articulado pela equipe do Selo Unicef no município, objetivando mobilizar a juventude para fortalecer sua participação no processo eleitoral.

O evento foi articulado pela equipe do Selo Unicef no município, objetivando mobilizar a juventude para fortalecer sua participação no processo eleitoral.

Em parceria com o Núcleo de Participação dos Adolescentes (NUCA) do município de Viçosa e o cartório da 5ª Zona Eleitoral, a equipe da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) ministrou uma palestra, na manhã desta quinta-feira (19), para dezenas de adolescentes e jovens. O evento foi articulado pela equipe do Selo Unicef no município, objetivando mobilizar a juventude para fortalecer sua participação no processo eleitoral.
A palestra contou com a participação de menores entre 14 e 17 anos e abordou o tema “Promover a educação para a Cidadania Democrática”. Para a articuladora do Selo Unicef em Viçosa, Maria Zelma dos Santos, “o objetivo deste evento é aumentar o número de jovens eleitores no município, fortalecendo sua participação no processo eleitoral, e, destacando sua real importância para a democracia”.
Da equipe da EJE, participaram os servidores Mônica Maciel, Lucas Gomes e Joel Oliveira e, do cartório da 5ª Zona Eleitoral, a servidora Katherine Brandão.
O Selo Unicef é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância para estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos de crianças e adolescentes em municípios do semiárido e da Amazônia Legal brasileira. Ao aderir ao selo, o município assume o compromisso de manter a agenda de suas políticas públicas pela infância e adolescência como prioridade.

Últimas notícias postadas

Recentes

Estudantes participam de palestra sobre notícias falsas e comportamento nas redes sociais nas próximas eleições

Na oportunidade, a jornalista Flávia Gomes de Barros, responsável pela Assessoria de Comunicação Social do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), falou com os jovens sobre a nova lei que criminaliza as “fake news”, sobre como a Justiça Eleitoral está se organizando para trabalhar na eleição de 2020 e sobre como as redes sociais devem ser usadas com responsabilidade.