Comissão de Segurança Permanente inicia trabalhos e alinha ações estratégicas

Na pauta, a criação de Fundo Nacional de Segurança, a instituição de um plano de segurança que abranja magistrados e servidores da Justiça Eleitoral em situação de risco e a integração com juízes eleitorais no sentido de captar sugestões.

Reunião CRE Comissão Segurança

tima segunda-feira (05), o corregedor regional eleitoral, desembargador Otávio Leão Praxedes, conduziu os trabalhos iniciais da Comissão de Segurança Permanente da Justiça Eleitoral de Alagoas, instituída pela Resolução TRE/AL nº15.947, em fevereiro deste ano. Na pauta, a criação de Fundo Nacional de Segurança, a instituição de um plano de segurança que abranja magistrados e servidores da Justiça Eleitoral em situação de risco e a integração com juízes eleitorais no sentido de captar sugestões.

A comissão é presidida pelo corregedor regional eleitoral e ainda tem como membros o desembargador eleitoral Paulo Zacarias da Silva, a juíza Silvana Lessa Omena (2ª Zona Eleitoral), o diretor-geral do TRE/AL, Filipe Lôbo Gomes e os secretários de Administração e de Tecnologia da Informação.

“Nosso objetivo é estruturar mecanismos, normativos e procedimentos de segurança institucional e orgânica que cuidem, precipuamente, das pessoas no âmbito do Judiciário, o que também possui o condão de robustecer a imagem institucional desta Casa”, assegurou o desembargador Otávio Leão Praxedes ao abrir a reunião.

Uma das propostas oriundas do encontro foi a análise de resolução destinada a instituir o Plano de Proteção e Assistência aos Magistrados e Servidores em Situação de Risco no âmbito da Justiça Eleitoral de Alagoas, inspirada em uma resolução do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), que estabeleceu estratégia da mesma natureza, destinada ao resguardo da integridade física dos magistrados da Justiça comum.

De pronto, a comissão recomendou a expedição de ofício circular aos juízes eleitorais para que os mesmos tenham ciência do início das atividades e, ainda, para solicitar-lhes sugestões para o Plano de Proteção e para eventuais ações. Ao término da reunião, ficou definido que o superintendente da Polícia Federal em Alagoas será convidado para participar da próxima reunião da comissão, ainda sem data definida.

Últimas notícias postadas

Recentes